sexta-feira, 10 de maio de 2013

Dicas: Tudo sobre imposição e fechamentos de arquivos




Hoje quero falar de algo muito importante, e que por vezes se torna um grande dilema para quem desenvolve projetos para impressão, principalmente nos aplicativos Adobe, e não sabe como finalizá-los ou se quer conhece um processo fundamental chamado de imposição.

Não vou falar do fechamento do arquivo, e sim de como acontece o processo de imposição e impressão de material finalizado em PDF, que é o formato mais recomendado para o envio de arquivos para gráficas.
Mas o que é imposição, afinal?

“Imposicionar é ordenar as páginas de uma publicação para que tenham o melhor aproveitamento de papel possível e que formem, depois de serem dobrados, os cadernos que posteriormente serão alceados, grampeados ou colados e refilados. Os cadernos são formados, na maioria das vezes, por uma quantidade de páginas múltiplas de quatro, pois, na imposição mais simples, a lâmina, é formada por quatro páginas.”

Existem na verdade diferentes tipos de imposição. Para material do tipo brochura (grampeados ou costurados ao meio), para materiais separados em cadernos (camadas, muito usado em livros de muitas páginas, como a bíblia ou enciclopédias) e para material de face simples, como cartões de visita ou panfletos e cartazes.

Quem trabalha com aplicativos que possuem recursos de layout de página, como o CorelDRAW ou InDesign, já devem estar familiarizados com este tipo de recurso. Quando você precisa imprimir 1.000 unidades de cartões de visitas no CorelDRAW por exemplo, irá distribuir várias cópias deste cartão sobre uma página para então imprimi-lo e economizar tempo e papel.



Ou quando tem de imprimir um informativo de 8 páginas no InDesign colocando duas páginas dentro de um papel A3, na frente e no verso, o que resultará em duas folhas A3 que depois serão dobradas ao meio e grampeadas, formando assim uma pequena revista.



Mais detalhes sobre a imposição do InDesign no site da Adobe

Este processo, de distribuir e ordenar o material sobre uma página chama-se imposição.

O processo pode ser um tanto complexo quando trabalhamos com a imposição de livros e revistas. Eu mostrei em um vídeo como imprimir material com imposição usando o CorelDRAW e InDesign, mas os procedimentos ali mostrados só servem para impressão direta, quando você envia o arquivo diretamente do computador para a impressora. Se você precisa, por exemplo, imprimir uma quantidade significativa de livros ou revistas ou muitos cartões, aí já terá que enviar para a gráfica, e é lá que a imposição irá acontecer.
E como devo produzir um arquivo para que seja impresso corretamente?

Dependendo do tipo de material, use o aplicativo que mais se ajuste as suas necessidades, o importante é observar se ele tem a capacidade de finalizar ou exportar o seu projeto em PDF, seja Illustrator, Photoshop, InDesign, CorelDRAW, todos tem esta capacidade, inclusive de exportar no padrão gráfico mundial, o PDF X1-A, que vou falar adiante.

Produza cada página do material em páginas separadas no aplicativo que você está usando. Caso sejam revistas, no InDesign o processo é mais simples pois ele já exibe as páginas lado a lado enquanto você está trabalhando, já no aplicativo CorelDRAW ele mostrará folhas individuais, onde cada página é exibida separadamente na tela.

Em outro momento vou mostrar como fechar os arquivos utilizando os aplicativos.

O projeto deverá ser finalizado no formato PDF, de preferência o padrão gráfico mundial ISO PDFx-1A, que é o formato aceito na maioria das gráficas de médio e grande porte. Em alguns casos a gráfica pode solicitar o arquivo em CorelDRAW, evite este tipo de estabelecimento, pois mostra despreparo técnico e de infra-estrutura. Já que usar formatos de arquivo proprietário indica que o estabelecimento não possui equipamento nem softwares para lhe atender e trabalhar corretamente com o seu arquivo.

Você pode saber mais sobre o formato PDF x1-a aqui e aqui. Já neste aqui você pode aprender como exportar o formato em diversos aplicativos, realmente uma publicação muuuito útil.

É bom conversar com o estabelecimento para verificar tamanhos de sangria, ou se é necessário adicionar marcas de corte e registro.
E como a gráfica irá imprimir meu arquivo em PDF?

Existem softwares especializados para a imposição e impressão de arquivos em PDF. Muitas vezes o estabelecimento responsável em fazer a imposição do seu arquivo é o Bureau onde as chapas de impressão ou fotolitos são confeccionadas, salvo se a gráfica possuir seu próprio equipamento. Estes softwares apresentam muitos recursos que permitem modificar a posição das páginas no seu arquivo e distribuí-las corretamente sobre a chapa de impressão. Daí a importância de produzir o material corretamente.

Quando você enviar o seu arquivo para a gráfica, se possível, leve também uma amostra, ou boneca, como é mais comumente chamado o modelo de seu material impresso, para facilitar o trabalho da gráfica. Ela então poderá, caso disponha do recurso, fazer a impressão de uma prova que é uma cópia exata de como a sua revista deve ficar para que você confira se está tudo correto com as cores e imposição das páginas.

Um dos aplicativos mais conhecidos para imposição de PDFs é o Preps. E o seu manual define bem os diferentes tipos de imposição e seus usos, a nomenclatura pode parecer diferente em outros softwares, mas será possível identificar cada tipo de imposição e suas características. Veja a seguir:
Perfect Bound

Perfect Bound é usado quando os cadernos são sobrepostos, isto é, lombada quadrada (costura ou cola).


Saddle-Stitched

Saddle-Stitched é usado para trabalhos onde os cadernos são encaixados (lombada canoa grampo) usado tipicamente para revistas.



Come and Go

Come and go é usado para produzir dois pequeno livros com lombada quadrada entre si.


Cut and Stack

Cut and Stack é usado para trabalhos impressos em saída em demanda para produzir duas metades de um trabalho simultaneamente. Preps imposiciona a primeira metade em um lado e a segunda metade do outro. As folhas são cortadas e a metade direita é empilhada na metade esquerda para termos um livro completo.


Flat Work

Flat Work é usado para trabalhos sem dobra como embalagens, cartazes, arquivos repetidos.

No modo Flat Work podemos combinar páginas de tamanhos e orientações diferentes.



Sempre recebo perguntas do tipo “Depois que meu trabalho está pronto, como manda-lo para gráfica?” e sempre tenho que explicar não só apenas o formato de arquivo, mas também como o matéria é distribuído na página, usando a imposição. Espero que este texto possa responder a estas dúvidas.

Fonte: clubedodesign

Recentes Posts

recentposts

Random

randomposts